Por Raphael Oliveira

 Vivemos em um momento em que a empatia e solidariedade se mostram cada vez mais importantes e, neste sentido, contribuir com entidades filantrópicas tem crescido a cada dia.  E para as empresas não é diferente, os benefícios de abraçar uma causa traz retornos, por incrível que pareça no sentido financeiro, mas, principalmente no retorno emocional positivo de líderes e liderados da empresa em ajudar ao próximo.

Embora muitas prefiram manter suas contribuições em segredo, uma empresa engajada com uma ONG séria pode render muitas vantagens. Ter a marca atrelada à uma causa impacta na decisão de compra do consumidor, pois com uma maior aceitação da imagem, há aumento de produtividade, com funcionários engajados e unidos pela causa, e ainda, a ótima sensação de estar ajudando quem realmente precisa.

Para quem ainda não sabe bem do que se tratar uma ONG, cada vez mais presente em nosso dia-a-dia, vou tentar conceituar um pouco. Para começar a reflexão, as ações do poder público, como bem sabemos, nem sempre são suficientes e é aí que elas entram para ocupar este espaço de necessidade do próximo.

ONGs são entidades não-governamentais que não visam lucro (como acontece com as empresas privadas) e defendem causas que podem ser humanitárias, direitos animais, meio ambiente e muitas outras. São parte do chamado Terceiro Setor, o grupo que engloba todas as entidades que não tem fins lucrativos, como associações de classe e religiosas.

Vamos então para 5 motivos para sua empresa investir em uma ONG?

1 – Terá um diferencial

Contribuir com ONGs pode agradar não somente o público que já vende, mas chamar a atenção de outros, despertados por uma empresa que tem empatia.

2 – Despertará admiração dos seus clientes

Terá pessoas que a admiram por fazer algo pela sociedade, manterão o seu próprio marketing, recomendando aos amigos e familiares, exaltando como a sua marca é especial pela forma que atua.

3 – Pode se liberar do IR (imposto de renda)

Já pensou que pode optar por encaminhar o dinheiro a uma ONG, ao invés de pagar os impostos para o governo? Além do destino mais nobre, o nome da empresa poderá sair em campanhas feitas pela instituição que optar, se tornar assim, um marketing indireto.

4 – Chance de deduzir o IR

Existe a opção de escolher doar para uma entidade ou dividir a doação entre várias Instituições, visando garantir que o dinheiro vá para uma instituição séria.

5 – E fazer o bem!

A satisfação de fazer algo pelo próximo é inigualável! Lembrando a Lei do Retorno, fazendo o bem, colherá algo de bom de volta.

Desta forma, é pesquisar e conhecer uma instituição séria que possa presenciar o retorno e se deixar levar pelo caminho de ajudar ao próximo.  A Northcomm busca fazer sua parte neste sentido, financiando oficialmente a ONCORS, que busca garantir o apoio a todos os pacientes vítimas de câncer. Vamos falar mais a respeito? Então, chame-nos aqui. Podemos ajudar.

 

Raphael Oliveira é consultor de gestão, formado em Administração de Empresas e Sistemas de Informações pela UEM – Universidade Estadual de Maringá/PR. MBA em Gestão de Projetos; e Finanças pela FGV/SP. É diretor da Northcomm Consultoria em Gestão Estratégica e membro do Conselho Gestor do SindiplastES – Sindicato das Indústrias Plásticas do Espírito Santo.